quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Cabista vence no “Mister Black Golden Brazil 2019”



Renan Santiago representou São Paulo na 4ª edição do evento. 

Teve cabista fazendo bonito no último final de semana em São Paulo. Renan Santiago conquistou o 1º lugar no “Mister Black Golden Brazil 2019”, disputando com outros 20 candidatos de todo o Brasil e 03 internacionais. O 2º lugar foi para Porto Seguro, com Gabriel e o 3º para o Maranhão, com Leandro Silva. 



O modelo que representou os paulistas, se orgulha de ter nascido em Arraial do Cabo, cidade onde cresceu, fez amizades e onde também mora a sua família, muitos envolvidos até hoje com a pesca artesanal na cidade. O ex-guardador de carros nunca desistiu de seus sonhos. 

“Esses foram os momentos mais felizes e emocionantes que o meu Jesus me proporcionou. Agradeço a todos os envolvidos, candidatos, jurados, e todos que torceram por mim. Meu muito obrigado a todos da produção e realização do evento, ao Fernando Salignac Misters, Romeo Rodrigues Rodrigues, Jonas Filho. Arraial do Cabo é minha cidade querida do coração onde eu carrego as minhas energias para continuar a carreira como modelo e não desistir. Minha mãe ainda mora Prainha, eu saí já muito novo em busca dos meus sonhos para possivelmente, proporcionar uma vida melhor para ela” - contou Renan. 





sábado, 17 de agosto de 2019

Justiça dá 72 horas para que Prefeitura de Arraial do Cabo, RJ, acolha famílias que tiveram casas demolidas



Prazo foi iniciado com a intimação da Prefeitura, por volta das 16h desta sexta-feira (16). Casas irregulares foram derrubadas nesta quinta durante uma operação no Parque Estadual da Costa do Sol.

A Justiça estendeu o prazo, de 12 para 72 horas, para que a Prefeitura de Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio, providencie o acolhimento das cerca de 130 famílias que tiveram as suas casas demolidas durante uma operação no Parque Estadual da Costa do Sol, nesta quinta-feira (15).


A Defensoria Pública do Estado do Rio obteve uma decisão liminar determinando ao município que receba essas pessoas em casas de passagens localizadas em cidades próximas, caso elas queiram, porque a cidade não tem estabelecimentos para esse suporte.

O prazo foi iniciado com a intimação da Prefeitura, por volta das 16h desta sexta-feira (16).

A decisão também determina ao município a responsabilidade de promover assistência para as famílias, como transporte, alimentação, com recursos humanos, técnicos e financeiros, além da inclusão em programas assistenciais.

Em caso de descumprimento da decisão, será aplicada multa diária de mil reais ao município.

O aumento do prazo, de 12 para 72 horas, foi um pedido feito pela Prefeitura para a Justiça.

Reportagem do g1 lagos.


Mulher morre por asfixia e marido é preso suspeito do crime em Arraial do Cabo, no RJ



Suspeito disse à polícia que a mulher tentou suicídio, segundo a Polícia Civil. Crime aconteceu nesta quarta-feira (14).

Um homem foi preso em flagrante por suspeita de feminicídio em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos do Rio, nesta quarta-feira (14). O crime foi divulgado nesta sexta-feira (16) pela Polícia Civil.

De acordo com a polícia, os agentes foram acionados pelo Hospital Municipal, que informou que uma mulher havia dado entrada na unidade com sinais de enforcamento. Ela foi atendida, mas não resistiu.

Ainda segundo a polícia, o companheiro da vítima foi encontrado e disse que a mulher tinha tentado suicídio. Já o exame de necropsia constatou asfixia por outra pessoa.

O homem então foi preso por ser o principal suspeito do crime e levado para um presídio em Benfica, no Rio de Janeiro.

Reportagem do g1 lagos

sexta-feira, 2 de agosto de 2019

Inspetor de alunos é detido pela PF por suspeita de falsidade ideológica em Arraial do Cabo, no RJ



De acordo com o delegado Alexandre do Nascimento, ele foi levado para prestar esclarecimentos sobre emissão de documento falso para a Marinha, há cerca de 4 anos.

Por G1 — Região dos Lagos

Um inspetor de alunos do Ciep municipalizado em Arraial do Cabo, na Região dos Lagos, foi detido na manhã desta sexta-feira (2) pela Polícia Federal por suspeita de falsidade ideológica.

De acordo com o delegado da Polícia Federal, Alexandre do Nascimento, o inspetor emitiu um documento falso para a Marinha, há cerca de quatro anos.

Segundo o delegado, o mandado foi expedido pela Justiça Federal de São Pedro da Aldeia.

O delegado informou ao G1 que o homem será ouvido e provavelmente liberado, mas responderá por medidas restritivas.

Procurada pelo G1, a Prefeitura de Arraial informou que o funcionário foi admitido no último concurso em 2015 e se encontra em 'estágio probatório'.

De acordo com o município, a Secretaria de Educação se colocou à disposição para esclarecimentos sobre a conduta do servidor no exercício de suas funções.

A reportagem aguarda outros detalhes da Polícia Federal sobre o caso.

Postagens mais antigas ››