Pescador encontra garrafa pet dentro da barriga de um “charéu” na Prainha



Este é um dos reflexos do descarte sem controle do lixo nos mares. 

Um fato preocupante chamou a atenção dos pescadores da Prainha, nesta quarta-feira (10), em Arraial do Cabo. O experiente pescador Leonardo Motta, muito conhecido na localidade, encontrou uma garrafa pet de 500 ml na barriga de um “charéu”, peixe símbolo da pesca artesanal no município cabista. O rapaz tem o costume de limpar o pescado para consumo, ali mesmo na beira da praia.  

“Hoje foi dia de pescaria na Prainha, como eu limpo esses tipos de peixes, olha o que eu encontrei na barriga desse charéu, uma garrafa pet de 500 ml. Ficamos muito impressionados” - contou Leonardo em um post em sua página na rede social. 



Toda a vida marinha pode sofrer impacto do despejo sem controle do lixo nos mares, como os peixes, plânctons, mamíferos, tartarugas, entre outros. Em muitas ocasiões isso ocorre porque o animal confunde o plástico com água viva ou outro tipo de alimento e acaba ingerindo resíduo durante o processo de alimentação. Há ainda outros resíduos que acabam sufocando, aprisionando ou machucando os animais aquáticos.

Nenhum comentário