Cinco pessoas presas em operação da PF em São Pedro da Aldeia



Foram apreendidos 1.203 kg de camarão, 04 redes de arrasto e 07 redes de espera. 

A Polícia Federal realiza a 'Operação Arrasto', em São Pedro da Aldeia, na manhã desta quinta-feira (18), para coibir a pesca do camarão na Lagoa de Araruama.

Sete mandados de busca e apreensão foram expedidos, já que a pesca do crustáceo está proibida, devido o período de defeso. A investigação da PF em conjunto com o Ministério Público Federal durou cerca de seis meses e comprovou a prática, que causa grande impacto na população de camarões, podendo levar à extinção da espécie no local.

O defeso total tem o objetivo de preservar o período de reprodução das espécies. A medida é válida nos municípios de Araruama, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Iguaba Grande e São Pedro da Aldeia. Segundo o Ministério Público Federal, as pessoas envolvidas poderão responder por crime ambiental e organização criminosa, caso sejam condenadas. A pesca está proibida até o dia 31 de outubro.

De acordo com a Polícia Federal, todo o material apreendido será encaminhado para a Delegacia em Macaé, onde os envolvidos também prestarão depoimento.

Foram apreendidos 1.203 kg de camarão, 04 redes de arrasto e 07 redes de espera, além de cinco máquinas caça níquel em um bar na Ponta do Ambrósio.

Fonte: RC24h e Polícia Federal. 



Nenhum comentário