Arraial do Cabo sofre os reflexos da chuva intensa do domingo (17) e segunda (18)

                 Foto: Ronaldo de Oliveira 

Na cidade, choveu quase o dobro esperado para o mês inteiro. Prainha foi um dos bairros mais atingidos. 

Durante a madrugada desta segunda-feira (18), Arraial do Cabo registrou 122,4mm de chuva de acordo com os dados do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia). Isso é equivalente a quase o dobro do volume de água da média mensal do município (67,9mm).

A Prefeitura de Arraial do Cabo, por meio da Secretaria de Serviços Públicos, trabalhou desde as primeiras horas do dia atendendo os locais mais afetados pelos alagamentos, tanto no centro, quanto nos distritos. Além disso, a concessionária Prolagos já foi acionada para que medidas em conjunto sejam tomadas para minimizar os efeitos das chuvas na cidade. Foi solicitada também a apresentação e a antecipação do projeto do Cinturão da Prainha.

Enquanto isso, as obras para a construção do Cinturão da Praia dos Anjos já começaram e o prazo da conclusão é de 120 dias. Após a construção do cinturão, apenas águas pluviais escoarão para a praia, diminuindo o impacto das chuvas, em função da topografia da cidade.



As ruas de acesso à Prainha ficaram intransitáveis e a Lagoa do Parque Público transbordou, levando água para dentro de muitas residências que ficam ao entorno do local. Também houve registro de alagamento nas ruas próximas a APAE. 

Na Marina da Praia dos Anjos, proprietários de embarcações levaram um susto ao verificarem seus barcos. Choveu tanto que algumas embarcações encheram de água e pelo menos duas encalharam no beira mar. Uma força tarefa foi montada junto com os barqueiros para evitar que os barcos fossem ao fundo. Cerca de 15 barcos estavam com risco de afundar. 

                                 Foto: Marcelo Ga 




Nenhum comentário