Cidade recebeu cerca de 240 mil turistas, incluindo o público flutuante durante o período.   

Arraial do Cabo ficou movimentado durante os quatro dias do feriado prolongado da Semana Santa. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, uma média de 60 mil turistas passaram pela cidade neste período, confirmando o município como um dos destinos turísticos mais procurados do interior do Estado. Na cidade, uma programação diversa agitou os frequentadores da Praia Grande, Praia dos Anjos e Distritos.















Na Praia Grande, o tradicional Festival da Lula transformou a orla em um verdadeiro polo gastronômico, com a participação dos restaurantes e quiosques no festival. Tendas foram montadas ao longo da Orla Flávia Alessandra, para proporcionar mais conforto aos moradores e turistas. Quem aprecia o molusco, pode experimentar uma variedade de 35 pratos diferentes. Dois palcos foram montados no local, onde Djs e bandas locais se apresentaram, animando o público. O festival que é organizado pela Associação de Pescadores - APAC, com o apoio da Prefeitura, encerrou no domingo (1).

Ainda na Praia Grande, os amantes do pôr do sol mais perfeito da região, participaram do Sunset. Passaram pelo palco, Bruna Felix, Wings, Leo Cruz, Juliana Curvy e Capone agitando com muito Deep House. O evento também contou com a presença dos DJs Deco e Thiago Zuck. O Sunset – Praia Grande se consolidou como novo conceito de entretenimento na cidade. O evento é uma iniciativa da Secretaria de Governo, Comunicação e Eventos.


Na Praia dos Anjos, a Praça do Cova recebeu diversas atrações musicais. Agitaram a galera cantores locais como Tom Zair, Rubinho Oliveira e Douglas Kali. Djs também fizeram a festa com muita música para todos os gostos. O evento foi promovido pela iniciativa privada, com o apoio da Prefeitura.



No Distrito de Monte Alto, foi realizado no dia 31 de março, a tradicional Festa do Quibe. Em sua 16ª edição, o evento reuniu apresentações teatrais, coreografias e cantores gospel. Barracas foram montadas na praça principal para a venda do prato que dá nome a festa, o quibe. A realização é da Primeira Igreja Batista de Monte Alto.



Na programação religiosa, os fiéis católicos participaram de missas, procissões e da Encenação da Paixão de Cristo, que é Patrimônio Cultural e Imaterial do município. Na sexta-feira da Paixão, o momento emocionou às milhares de pessoas que se reuniram após a procissão do Senhor Morto, na frente da Igreja Nossa Senhora dos Remédios. Cerca de 70 atores reviveram junto com o público, durante aproximadamente 2h, trechos da trajetória, vida, morte e ressurreição de Cristo. A peça conta com o apoio da Prefeitura, empresários e comerciantes locais.







Postar um comentário

 
Top