Fiscalização Ambiental apreende 300 metros rede de pesca irregular na reserva de Arraial do Cabo



Ação aconteceu na área próxima aos distritos da cidade. 

Repórter Vinícius Pereira. 
Uma operação conjunta entre a Guarda Ambiental Marítima, ICMbio e AREMAC, foi realizada no início da noite desta segunda-feira (19), na área da Reserva Extrativista Marinha de Arraial do Cabo. 

Os agentes foram verificar uma denúncia de que barcos de pesca industrial estariam realizando arrastão em área proibida. No mar, na altura dos distritos da cidade, foram apreendidos 300 metros da rede de três malhas, também conhecida como “feiticeira”. A rede estava esticada em um local específico, já conhecido pelos pescadores. Nenhuma embarcação foi encontrada no local. 

Em outro ponto, um mergulhador que praticava a pesca noturna, que também é proibida na área da Reserva, teve o material apreendido e recolhido pelos agentes. 

A equipe da Guarda Marítima fiscaliza não só a pesca com a rede de três malhas, mas também todas as ilegalidades praticadas na área do município. “Estamos fazendo o possível para manter tudo em ordem por meio da fiscalização e combate à pesca predatória. A população e os próprios pescadores podem e devem continuar nos ajudando por meio de denúncias sobre atividades suspeitas”- afirmou Mauro César, coordenador da Guarda Ambiental Marítima. 

Nenhum comentário