Projeto “Turistórico” contará a história de Arraial do Cabo através de personagens de rua




Apresentações gratuitas acontecerão nos pontos históricos da cidade.

Texto e fotos: Vinícius Pereira 

Uma grande novidade estará disponível para moradores e visitantes de Arraial do Cabo, a partir do dia 6 de janeiro, na Praia dos Anjos. A Prefeitura de Arraial do Cabo, por meio das Secretarias de Educação, Cultura, Ciência e Tecnologia, Governo Comunicação e Eventos, Turismo, com o apoio da Casa da Poesia, promove o projeto “Turistórico”. O objetivo é resgatar a história cabista, por meio de personagens de rua, agregando o conhecimento histórico ao turismo local, uma vez que na alta temporada o número de pessoas que circulam na cidade chega a triplicar.

A ideia é fazer tours culturais pelo Centro Histórico, representando momentos da cronologia da descoberta do Brasil, mesmo período que Arraial, da mesma forma, foi descoberto. Personagens irão contar causos da cidade desde o período colonial, entretendo os turistas de uma forma inovadora.



Cinco atores foram contratados e vão estar caracterizados como religiosos, índios e Américo Vespúcio, que desembarcou na Praia da Rama no ano de 1503, atual Praia dos Anjos. A história de Arraial do Cabo será contada de uma forma diferente, lúdica, viva e dinâmica, mostrando que a cidade não possui apenas belezas naturais, e sim uma rica história, podendo ser considerada uma das mais antigas do Brasil. Guias turísticos estarão acompanhando todo o percurso feito pelos atores, tirando dúvidas de quem estiver participando do tour.

Para tornar o percurso ainda mais real, um ator interpretando Victorino Carriço, um dos maiores poetas de Arraial, conduzirá os visitantes. No cronograma estão: Casa da Poesia, Casa da Piedra, Cruz na areia, Marco Histórico e Igreja Nossa Senhora dos Remédios. A previsão é de que o projeto permaneça até o carnaval.

Em caso de dúvidas, os interessados podem procurar a Casa da Poesia, que fica na rua Nilo Peçanha, ao lado da Igreja Católica, na Praia dos Anjos. As apresentações são abertas ao público. 

Nenhum comentário