Descumprimento do TAC pode gerar uma multa de R$ 50 mil 

Repórter Vinícius Pereira 

O prefeito de Arraial do Cabo, Renatinho Vianna, o coordenador de trânsito, Marcos Sumar e representantes dos taxistas, se reuniram na manhã deste sábado (11) no gabinete do executivo. O objetivo foi discutir ações voltadas para o ordenamento dos táxis no Pontal no Atalaia. 

Os taxistas trabalham diariamente no Pontal do Atalaia fazendo o transporte para às Prainhas do Pontal, Praia Brava e Mirante, onde é possível observar o pôr do sol. Durante o encontro, pontos foram levantados quanto a acessibilidade no local, que atualmente recebe turistas e moradores em busca das belezas naturais da cidade. 

“Estamos buscando seguir o ordenamento de acordo com o TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) que foi estabelecido para o Pontal do Atalaia, para que tenhamos uma melhor mobilidade quantos aos táxis, juntamente com os outros veículos. Apesar do número limitado de carros na área, o fluxo de táxis sem controle, acaba prejudicando a mobilidade no local. A reunião é para que passamos chegar a uma solução juntos” - explicou Marcos Sumar. 

Caso o TAC não seja cumprido, uma multa diária de R$ 50 mil pode ser aplicada ao município, com valor sendo descontado direto do bolso de Renatinho. 

Vale ressaltar que o prefeito também atendeu a população cabista durante o sábado.

Postar um comentário

 
Top