Aprovado Bilhete único para passeio de barco em Arraial do Cabo


Projeto teve nove emendas para se adequar aos anseios dos barqueiros.


   Foi aprovado na manha de quinta-feira (23), o Projeto de Lei de autoria do Prefeito Municipal, que autoriza o poder executivo a implantar o Bilhete único na cobrança de passeio de barco em Arraial do Cabo.  O projeto foi aceito por unanimidade depois de passar por nove emendas, aditivas e modificativas, desenvolvidas após escutar os anseios dos barqueiros de diferentes associações.
   Entre as emendas, o vereador Ayron Freixo acrescentou: a proibição de venda pela internet; a proibição da comercialização do bilhete em vias públicas, com exceção da Associação de Barqueiros Tradicionais da Beira da Praia dos Anjos (ABTPAC); autorização o poder executivo a administrar a venda, também com exceção da ABTPAC, que ficará responsável pela venda do passeio de seus barcos. Essas modificações, segundo Ayron, foram propostas pelos barqueiros da associação que levaram os pedidos até á Câmara. Outras emendas também foram impostas, como a obrigatoriedade de colocar 70% de mão de obra cabista na empresa que terá a concessão para cobrança do bilhete.
   Duas semanas antes da votação, a Câmara realizou quatro reuniões setorizadas com associações e órgão competentes, a fim de gerar relatórios com os pedidos e vontades dos barqueiros. Os encontros, considerados democráticos, contou com reivindicações, ideias e críticas das associações que fizeram uso da tribuna para expor as opiniões. Todas as propostas foram passadas para o papel e levadas ao prefeito para o desenvolvimento do Projeto de Lei.

Um comentário:

  1. Arraial do cabo esta se acabando com esse prefeito. Nao cumpre o que fala. A prainha esta uma bagunca de novo. Os food truck vao apodrecer na orla pois nao estao sendo retirados como havia sido determinado. Estacionamento desordenado na orla tbm esta acontecendo. O que havia sido informado e que nao poderia mais ter carros estacionados na orla. No meu predio nao ha condicao de entrar nas garagens pois nao tem espaco suficiente para entrar o carro na garagem.

    ResponderExcluir