Cerca de 90 pessoas de diversas instituições civis de nacionalidade uruguaia, espanhola e africana apresentaram suas expressões culturais e artísticas no evento.

Repórter Vinícius Pereira 

Arraial do Cabo recebeu entre os dias 23 e 27 de novembro o  1º Fórum Latino-Americano de Educação Permanente, um encontro de nacionalidades que promoveu um verdadeiro intercâmbio cultural entre quatro países: Uruguai, Espanha, África e Brasil. O evento aconteceu com o apoio da Prefeitura, por meio da Secretaria de Assistência Social.

O objetivo do fórum foi iniciar o reconhecimento e a vinculação dos trabalhos de instituições civis uruguaias, europeias, africanas e brasileiras, com a participação de crianças, jovens e amigos da melhor idade.  A programação contou com conferências, mesas de debates, apresentações, workshops, shows culturais, incluindo apresentações de bandas, artistas locais e estrangeiros. Passaram pelo palco: Coral Cata-vento, Coro Espanhol, Tambores Urbanos, Coro Afogam, Bw Duo e o grupo Samba Sete.  

“Nós sonhamos e conseguimos realizar o evento, pois somos movidos pela esperança. Acreditamos que o ser o humano precisa se conhecer para poder crescer, partindo de nossa própria realidade. O encontro foi extremamente positivo e a população ficou maravilhada. Não podemos nos calar diante das mazelas do mundo. Estamos aqui para nos educar, por que acreditamos que a diferença nos enriquece.” – afirmou Susana González, uma das idealizadoras do fórum.


Entre as expressões culturais, a dança marcou o encontro. “Estou muito feliz em poder ter sido convidado para participar do fórum, onde ministrei aulas de samba e forró e falei um pouco da nossa cultura para os amigos uruguaios que vieram participar deste evento no Brasil. A energia foi tão intensa que já me confirmaram para ir ao Uruguai dar um workshop” – contou Alan Lobato, professor de dança. 





Postar um comentário

 
Top