Alunos do Projeto de Cinema, realizado no CIEP Cecílio Barros Pessoa, gravam na Casa da Poesia, em Arraial do Cabo



No local aconteceu a locação de uma das cenas de um curta que é produzido pelos próprios alunos


Repórter Vinícius Pereira 

A Prefeitura de Arraial do Cabo, por meio da Secretaria de Educação, Ciência e Tecnologia, realiza no CIEP Cecílio Barros Pessoa, o Projeto Cinema: experimentar, conhecer, realizar. Na última terça-feira (26) os alunos que participam do curso, fizeram uma visita a Casa da Poesia, na Praia dos Anjos, local que serviu para locação de cenas do curta produzido pelos próprios alunos, com a supervisão dos professores. 

     A oficina teve início em junho deste ano, sob a direção de Patrícia Oliveira e as atividades são realizadas nos contraturnos dos alunos. As aulas teóricas e práticas são orientadas pelos professores Carlos Eduardo de Almeida Gomes e Tânia Cristina Medeiros Cardoso. "O principal objetivo é sensibilizar os participantes para a vivência do cinema enquanto arte, onde o valor da descoberta, da criação e da invenção sejam significativos para a formação de cada um deles" - afirmou Patrícia.

     De acordo com Tânia Cristina Medeiros, uma das responsáveis pelo projeto em Arraial do Cabo, os alunos estão no comando e podem usar da criatividade, juntamente com as técnicas ensinadas nas oficinas, para produzir o curta que será apresentado como trabalho final. "Eles mesmos trouxeram as idéias para o grupo e com a aprovação de todos, iniciou-se a construção do roteiro. Nós professores estamos sempre orientando os participantes sobre quais caminhos seguir, dentro do que eles fazem. O interessante é que o projeto é misto, incluindo alunos de diversos níveis de escolaridade, aumentando a interação e a troca de experiência entre eles" - contou Tânia. 

     Segundo Carlos Eduardo de Almeida, quem ganha é o aluno, tendo em vista o conhecimento adquirido por meio dos estudos em várias áreas dentro do projeto. "Trabalhamos a dicção, elaboração de textos, o olhar crítico sobre os filmes e outros vídeos do seguimento. Sem contar a parte técnica, que também é extremamente importante, devido as noções de filmagem que é ensinado. Quem sabe no futuro eles venham trabalhar neste ramo também" - disse Carlos. 

     O próximo passo é a edição de todo material que foi captado pelo grupo. O curta será enviado para pelo menos três festivais. "A socialização também faz parte do processo. Convidamos os familiares para interagir com os estudantes, além de mostrar o que foi produzido para toda a escola, fazendo com que todos fiquem sabendo da grandiosidade deste trabalho que é acessível a qualquer estudante" - finalizou Tânia Medeiros. 

     O aluno Ítalo Rocha é um dos destaques desta turma. O menino de apenas 12 anos, que faz aulas de teatro, participa ativamente das atividades do projeto, atuando e até dirigindo o filme. "Está sendo incrível participar do Projeto Cinema, pois eu nunca havia feito nada do tipo. Estou gostando muito" - acrescentou Ítalo. 

     O convite para a inserção do projeto em Arraial, ocorreu por meio da professora Paula Barros e da Secretária de Educação Mônica Nilze. A Casa da Poesia, espaço cultural onde foi morada do poeta Victorino Carriço e onde aconteceu a gravação, fica aberta ao público de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.



Nenhum comentário