A Prolagos divulgou o aumento na tarifa de esgoto em Arraial do Cabo. De acordo com o site da AGENERSA, o reajuste já vigora a partir do dia primeiro de agosto e é amparado pela lei municipal 1968/2016, sancionada pelo governo anterior. A justificativa da concessionária é de que o aumento irá manter o equilíbrio econômico-financeiro da concessão. Lembrando que o novo modelo de tratamento de esgoto foi aprovado em janeiro do ano passado, causando revolta na população cabista. 

       Desde que passou a valer a concessão, os cabistas tiveram aumento de 35% na conta de água e esgoto. A partir desse mês, os contribuintes pagarão por uma tarifa 50% mais cara. Os índices de reajuste foram estipulados através de termo aditivo aprovado pela Agencia Reguladora, com base na mesma Lei Municipal. Na proposta da Prolagos disponível no site da AGENERSA, é possível encontrar ainda dados sobre os termos em que a Prefeitura assumiu integralmente os ônus caso a Cia. Nacional de Álcalis pleiteie a propriedade do terreno e equipamentos para funcionamento da Estação de Tratamento de Esgoto, cedidos em comodato para a Prefeitura.

     Segundo a Prolagos, os reajustes programados são uma contrapartida pelo investimento da Concessionária, que afirma ter investido R$ 5 milhões no município só neste ano. A população questiona a destinação deste investimento, já que nada mudou em relação ao serviço de tratamento de esgoto no Município, conforme constatado após as últimas chuvas.

    O site da Prolagos não disponibiliza, ainda, relatórios de tratamento de esgoto no município de Arraial do Cabo, o que impede o acesso da população a informações sobre o andamento dos serviços prestados.

Texto: Andréa Tinoco/Juliana Rodrigues

Fotos/Divulgação

Postar um comentário

 
Top