Cabista fala da emoção de estar acompanhando o evento internacional direto do Maracanã do Surf em Saquarema.


Repórter Vinícius Pereira 

Começaram nesta terça-feira (9) nas águas de Itaúna, em Saquarema, as baterias do Rio Pro e muitos cabistas estão acompanhando de perto o Mundial de Surf, Entre eles está o Davi Oliveira, surfista e apaixonado por esporte. O Lagos Notícias convidou o rapaz para contar como está sendo a experiência de estar tão perto das maiores feras do mundo no surf. Confira o diário do Davi: 

"Depois de 15 anos, Saquarema volta a elite do surf mundial. A WSL chegou com toda sua estrutua na cidade, fazendo a alegria dos surfistas profissionais, amadores e até mesmo os curiosos que frequentam a praia de Itaúna.

 

A sensação de estar aqui é indiscritível, de poder tirar uma foto com um brazuca campeão mundial, de tentar desenrolar com um gringo que a gente só vê na tv ou aquela surfista que vimos em algum filme de surf. 

 

A energia é contagiante! A cada manobra, a cada aéreo, a cada tubo as pessoas gritam, vibram como se fosse um gol e quando tem brasileiro na água como o Gabriel Media, Adriano Mineirinho, Filipe Toledo, Yago Dora, a vibração e energia são ainda maiores.

 

Ainda resta uma dúvida: Se Saquarema é conhecida como o "Maracanã do Surf" pelas ondas perfeitas ou pela torcida que que apoia até o fim e lota a praia." 

Valeu Davi ! Até o próximo diário ! 



Postar um comentário

 
Top