O vice-prefeito de São Pedro da Aldeia, Mauro Lobo, prestigiou o 1º Fórum Regional de Segmentos Artísticos Culturais da Baixada Litorânea, realizado na quarta-feira (24) no Teatro Municipal. Com objetivo de contribuir para a efetivação das ações e metas do Plano Estadual de Cultura, os fóruns são órgãos integrantes do Sistema Estadual de Cultura e são voltados para a construção de políticas públicas na área. O evento contou com a presença de gestores públicos, vereadores, conselheiros estaduais e municipais de Cultura e artistas de diversos segmentos. 

Representando o Ministério da Cultura, Paulo Negrão, explicou sobre a necessidade de sociedade civil e poder público trabalharem juntos em prol de ações públicas legítimas que representem os diversos segmentos culturais. “O Brasil é feito por todos e temos que pensar na representatividade de cada segmento para a construção desse processo. E é isso que hoje estamos vendo nesse teatro. Temos que pensar que a cultura é fundamental e é a chave para a mudança. Daqui a 300 anos, nenhum político será lembrado, mas tenho a certeza de que a arte de Oscar Niemeyer será eterna e reverenciada por todos daqui a muitas gerações”, citou.

O vice-prefeito Mauro Lobo, representando o prefeito da cidade Cláudio Chumbinho, falou sobre a importância de São Pedro da Aldeia sediar um evento no setor cultural. “Nosso município possui um dos melhores espaços para a prática cultural. Afinal, são 400 anos de muita história para contar e mostrar ao mundo. Esse encontro está contribuindo muito para o engrandecimento de nossa cidade”, declarou. O vice-prefeito aproveitou para destacar o elevado índice de desenvolvimento econômico da cidade. “Mesmo em momentos econômicos e políticos complicados, como o que passamos agora, São Pedro da Aldeia vai na contramão da crise. Aqui há um governo forte e transparente que dá apoio ao empresário, mas principalmente, pensa em primeiro lugar no seu povo”, acrescentou.

Também presente ao encontro, o secretário de Governo, Eronildes Bezerra, salientou a necessidade de priorizar investimentos na área cultural como resgate de um povo. “A cultura engloba educação e saúde e é por meio dela que faremos a diferença”. O secretário ressaltou ainda a honra em sediar um fórum regional de cultura no ano em que o município completa 400 anos. “É um grande presente ter em nossa cidade pensadores da área cultural que estão engajados em implantar políticas públicas que vão ao encontro das necessidades dos artistas e do povo”, declarou.

A secretária adjunta de Cultura do município, Edlúcia Marques, falou sobre a importância em sediar a primeira edição do fórum. “É muito gratificador receber em nossa casa cada um de vocês que serão os responsáveis por propor e discutir ações na área cultural. Além de permitir dar mais visibilidade a cultura da nossa cidade, esse fórum é uma excelente oportunidade para trocarmos experiências e juntos estabelecermos metas para melhorar o setor cultural no nosso estado”, salientou.

O conselheiro estadual de cultura, representante da Baixada Fluminense, Daniel Guerra, do município de Nova Iguaçu, apontou a necessidade de repensar a distribuição do orçamento do Estado. “É inadmissível ter menos de 1% do orçamento público do Governo do Estado direcionado para cultura. Na verdade, são apenas 0,39%. É isso é muito pouco para nós que entendemos que a transformação social passa pela cultura. Temos que reverter esse quadro”.

Apresentações


O evento foi aberto pelos músicos da Escola Vivace Thiago Marques, no teclado, Douglas Silva, no sax, e no vocal Gabriela Chaffin apresentando o hino do município. Em seguida, houve a exibição teatral de alunos da Escola de Artes.

Estiveram presentes no fórum gestores públicos e representantes das dez cidades que compõem a Baixada Litorânea: Araruama, Armação dos Búzios, Arraial do Cabo, Cabo Frio, Casimiro de Abreu, Iguaba Grande, Rio das Ostras, São Pedro da Aldeia, Saquarema e Silva Jardim. E do município de São Pedro da Aldeia estiveram presentes as seguintes autoridades: o vice-prefeito Mauro Lobo, o secretário de Governo, Eronildes Bezerra, os vereadores Beatriz Leite, Claudia Batista Gregório e Ediel Teles, a secretária adjunta de Cultura, Edlúcia Marques, a presidente do Conselho Municipal de Políticas Públicas e diretora da Escola Municipal de Artes, Evana Peres, a diretora do Teatro Municipal Dr. Átila Costa, Norma Almo, dentre outros.


Fonte: ASCOM

Postar um comentário

 
Top