Base será no Parque Dormitório das Garças em Cabo Frio 


Um antigo pedido dos ambientalistas, a Unidade de Policiamento Ambiental de Cabo Frio (UPAM) será inaugurada dia 7 de abril com a presença do secretário estadual do Ambiente, André Corrêa. A data foi anunciada pelo coronel Mário Fernandes, do Comando de Policiamento Ambiental (CEPAM). A nova unidade vai atende a toda a Região dos Lagos, em especial a área de proteção integral do Parque Estadual da Costa do Sol (PECS).

A Região dos Lagos estava sem policiamento ambiental efetivo desde que o então governador Sérgio Cabral, sobre protestos dos ambientalistas, extinguiu o Batalhão de Polícia Florestal e Meio Ambiente, que funcionava na Fazenda Colubandê, em São Gonçalo. O batalhão tinha dois postos na Região dos Lagos, em Praia Seca (Araruama) e em Barra de São João (Casimiro de Abreu).

A nova UPAM surgiu de uma parceria da Polícia Militar com a Prefeitura de Cabo Frio, que cedeu parte das instalações do Parque Municipal Dormitório das Garças, no Porto do Carro, para a PM instalar a UPAM. O local é de fácil acesso para as áreas protegidas de Cabo Frio, Búzios, Arraial do Cabo e outros municípios. Além disso, a UPAM também garante a segurança no Dormitório das Garças, que estava sendo alvo de invasões:

"A Região dos Lagos, em especial o PECS, precisava de uma base para facilitar a atuação da polícia ambiental, bem como para apoiar as ações de fiscalização do INEA nos municípios abrangidos pelo parque estadual" – disse o coronel Fernandes, que no passado comandou o Batalhão Florestal. 

"A UPAM é um sonho antigo do movimento ambiental da Região dos Lagos. Esperamos que ela chegue com disposição e energia para combater as invasões, desmatamentos e pesca predatória"  – disse Arnaldo Vila Nova, presidente da ONG Viva Lagoa.

No mesmo dia da inauguração da UPAM vai acontecer a eleição para escolha do novo presidente do Consórcio Ambiental Lagos-São João. O órgão é presidido por um prefeito, mas o atual presidente, que é chefe do executivo de São Pedro da Aldeia, Chumbinho, não pode se candidatar porque chegou ao segundo mandato consecutivo à frente do Consórcio.

Postar um comentário

 
Top