Moradores aguardam laudo para saber se poderão voltar ao prédio interditado na Prainha em Arraial

 

Algumas famílias ainda não retiraram seus pertences do imóvel 

Repórter Vinícius Pereira 

Moradores aguardam laudo da Defesa Civil sobre a real situação do imóvel que foi interditado no último sábado, na Prainha em Arraial do Cabo. Famílias afirmam que muitos pertences ficaram dentro dos apartamentos e só poderão ser retirados mediante liberação das autoridades. 

Neuber Médici não conseguiu retirar objetos pesados de sua residência. O morador aguarda o laudo ser emitido. "Na hora eu consegui retirar algumas coisas, mas o mesado mesmo que é geladeira, fogão, televisão, cama, eu tive que deixar. Isso porque a situação lá ficou crítica". 

A empresa responsável pela obra no terreno ao lado do prédio está prestando toda assistência às famílias que tiveram que deixar seus apartamentos. Os moradores foram levados para outras casas, onde o aluguel está sendo pago pela empreiteira. 

Entenda o caso: 

Parede desabou durante a chuva na madrugada do sábado (18)

Moradores de um prédio que fica na rua José Pinto de Macedo, n 713, na Prainha tiveram que deixar seus apartamentos, após um deslizamento de terra, seguido do desabamento de um muro na localidade. 

De acordo com a Defesa Civil existe uma obra em andamento no terreno ao lado do prédio. Com a forte chuva que atingiu a cidade, as 4h do sábado, uma parte da terra desceu, causando o incidente. As oito famílias que residem no local foram retiradas e levadas para um local seguro. Ninguém se feriu. 






Nenhum comentário